quinta-feira, 30 de novembro de 2017

2017 - Ano do Brasil no Conhecer Tudo


Olá, caros leitores. 

Em 2016, aqui no Conhecer Tudo, realizamos o #AnoDaEspanha, a nossa campanha mais ambiciosa. Nela, durante quase nove meses, homenageamos a literatura e um pouco do cinema espanhol através da leitura de sete livros de autores mundialmente reconhecidos, além de três filmes, dois deles integrados a outro de nossos projetos, o 7ª Arte. Nessa linha e do desejo de conhecer mais a fundo a literatura espanhola nascia e ganhava contornos o que depois oficializaríamos como a Campanha Anual de Literatura do Conhecer Tudo, que usualmente identificamos com um #AnoDo...

O período de realização da primeira campanha foi muito especial, não apenas porque conhecemos autores incríveis e alguns livros fabulosos, mas porque olhamos mais de perto para um país cheio de contrastes, de cultura marcante, que respira história em cada pequena vila ou grande cidade, e principalmente, um país de beleza arquitetônica e natural surpreendente.

Foi tão prazeroso homenagear o país, que resolvemos continuar com uma campanha semelhante em 2017, porém com um novo país. Todavia, em 2016, homenagear a Espanha foi uma escolha nossa, mas para 2017 queríamos algo diferente, escolhida por vocês. Pensando nisso pré-selecionamos cinco países para representar os cinco continentes do globo: África do Sul (África), Alemanha (Europa), Brasil (América), Nova Zelândia (Oceania) e Rússia (Ásia - Eurásia).

Selecionados os países candidatos, montamos uma enquete e deixamos vocês escolherem através do nosso perfil no Google+. O resultado é que, em 3 meses de votação, 444 pessoas votaram e, com 72% dos votos, o Brasil foi escolhido para ser o país homenageado em 2017. Então é oficial, 2017 é o #AnoDoBrasil no Conhecer Tudo.

Durante esse período de 12 meses montaremos nosso itinerário pela literatura do nosso país, visitando-o pelo olhar de seus escritores, ou até mesmo indo a lugares longínquos concebidos pela criatividade dos autores nacionais. Assim leremos desde autores de renome internacional até os novos autores que despontam na constelação literária do país em busca de seu lugar no coração dos leitores.

Em paralelo falaremos também de filmes do cinema nacional e comporemos Postagens Especiais sobre os principais temas tratados pelos livros do itinerário.

É claro que assim como em 2016, nosso foco não será exclusivo para esta campanha, ainda mais que outros projetos exigem nossa atenção, mas o #AnoDoBrasil será prioritário e a marca principal do Conhecer este ano.

Quem quiser dar sugestões de livros para o itinerário, fique à vontade para postar nos comentários.


Enfim, será um ano para falar de nosso país e de encontrarmos a nossa brasilidade impressa na literatura. Estaremos em casa, em terras e páginas brasileiras.

Atte.,

Conhecer Tudo,
01 de Janeiro de 2017, Ano do Brasil

Os livros do nosso itinerário resenhados até agora:

#1 - Resenha de O Caçador - Ana Lúcia Merege
#2 - Resenha de Dois Irmãos - Milton Hatoum
#3 - Resenha de Aventuras do Vampiro de Palmares - Gerson Lodi-Ribeiro 
#4 - Resenha de A Mulher que Escreveu a Bíblia - Moacyr Scilar
#5 - Resenha de Tenda dos Milagres - Jorge Amado
#6 - Resenha de Deuses Esquecidos - Eduardo Kasse
#7 - Resenha de Sob a Luz de Seus Olhos - Chris Melo
#8 - Resenha de O Tigre na Sombra - Lya Luft
#9 - Resenha de Quarto de Despejo - Carolina Maria de Jesus

Sobre os autores:

2017 #AnoDoBrasil: Os autores que estamos lendo

Filmes do nosso itinerário:
#1 - 

Postagens Especiais do nosso itinerário:

#1 - Trilha sonora de Sob a luz de Seus Olhos  


Listas:
#1 - 5 grandes mulheres da literatura brasileira

Lirismos - antologia poética:
#1 - Sentimental - Carlos Drummond de Andrade
#2 - Meninos Carvoeiros - Manuel Bandeira
#3 - Praia do Caju - Ferreira Gullar
#4 - Tudo, todos e o todo - Carlos Rodrigues Brandão
#5 - O Cântico da Terra - Cora Coralina
#6 - Eu em mim - Carlos Queiroz Telles
#7 - Soneto de Separação - Vincius de Moraes

Abaixo você pode localizar, no mapa do Brasil, os locais onde se desenrolam as tramas dos livros e filmes a medida que eles são resenhados, ou as cidades de origem dos escritores no caso de tramas que se desenrolam em outros lugares reais ou fictícios.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Especial: Zafón

Por Eric Silva

Mi afición a los dragones viene de largo. Barcelona es ciudad de dragones, que adornan o vigilan muchas de sus fachadas, y me temo que yo soy uno de ellos. [...] Además de haber nacido en el año, por supuesto, del dragón, mis vínculos con estas bestias verdes que respiran fuego son numerosos. Somos criaturas nocturnas, aficionadas a las tinieblas, no particularmente sociables, poco amigas de hidalgos y caballeros andantes y difíciles de conocer.”[1] – Zafón, sobre dragões e ele mesmo.



Olá, queridos leitores.

Carlos Ruiz Zafón é um nome muito importante para mim e para esse blog, pois como mencionei diversas vezes, seu principal livro, A Sombra do Vento, foi a grande inspiração do mais ambicioso projeto do Conhecer: A Campanha Anual de Literatura do Conhecer Tudo, normalmente identificado com a numeração do ano de vigência e o nome do país nele homenageado.

A primeira edição da Campanha aconteceu em 2016, ano em que homenageamos a Espanha (2016, #AnoDaEspanha), e nasceu da curiosidade de conhecer melhor a literatura desse país. Tal curiosidade foi, no entanto, despertada pelo poder irresistível da escrita de Zafón. Hoje, estamos na segunda edição da campanha e o Brasil é o país homenageado (2017, #AnoDoBrasil).

Contudo, a proposta é homenagear ele mesmo, por isso hoje, no dia do aniversário do autor, me coloco diante de vocês para propor, aos leitores de Zafón, um retorno aos livros do espanhol mais lido no mundo depois de Miguel de Cervantes, e aos novatos, um mergulho nas brumas de uma escrita fantástica. É essa a proposta desse especial: ler e falar de Zafón.

Claro que não será uma maratona, porque esse projeto se dará em conjunto com outros já em andamento, mas o objetivo é resenhar todos os livros do autor já publicados no Brasil e trazer todo tipo de postagem especial que se envolvam com os temas por eles evocados, ao clássico estilo do Conhecer Tudo.

Mas por que Zafón? Vocês devem estar se perguntando.                                                 

Tenho certeza que os mais bem informados dirão que é por conta de seu último livro, O Labirinto dos Espíritos, lançado recentemente no Brasil pela Suma de Letras. Com esse livro o autor encerrou um ciclo de trabalho que já se completava quinze anos e que começou em 2001 com a publicação de A Sombra do Vento, formando uma tetralogia que foi batizada como O Cemitério dos Livros Esquecidos (em espanhol, El cementerio de los libros olvidados). Para comemorar a chegada ao Brasil do último tomo da série, a Suma republicou toda a coleção uniformizando as capas dos livros e dando-lhes um ar mais bonito e elegante.

Contudo, com toda a novidade de uma edição nova e o relançamento da coleção, outros motivos se somaram para que eu me lançasse nesse novo projeto.

Posso dizer que o talento do autor já é motivo mais do que suficiente e, é claro, que já tinha planos de ler os demais livros que sucedem A Sombra do Vento, única obra do autor que já li – curiosamente em duas variações da língua portuguesa: a brasileira e a lusitana. Contudo, a vontade de regressar ao universo barcelonês e reviver a cidade que Zafón nos apresenta é ainda maior e se soma ao conjunto.

Como geógrafo conheço um pouco de muitos lugares, e sabia que Barcelona era uma importante cidade portuária da Espanha, além de conhecer um ponto turístico ou outro, sobretudo por conta das obras do arquiteto catalão Antoni Gaudí, cuja principal obra, o Templo Expiatório da Sagrada Família, é um dos principais cartões postais da cidade.  Entretanto, foi depois de A Sombra do Vento que passei a conhecer mais da cidade, de sua história secular e passei a pesquisar mais sobre ela. Hoje, Barcelona, bem como muitos outros lugares da Espanha, é uma cidade que me encanta e que desejo conhecer um dia.

Já inspirado e decidido a fazer o projeto, o último elemento que se somou porém foi de natureza muito triste: a notícia do lamentável ataque terrorista ocorrido em Barcelona no dia 17 de agosto. Algo que me tocou bastante.

O atentado ocorrido em La Rambla, importante avenida da cidade e muito citada no livro de Zafón, teve a autoria reivindicada pelo grupo fundamentalista Estado Islâmico. Naquele dia, aproveitando o grande fluxo de pessoas, uma van atropelou e matou 13 pedestres além de deixar mais de 100 feridas. Muitas das vítimas eram turistas que circulam pela cidade todos os dias.

Esse fato me comoveu bastante e prestei meu apoio ao povo barcelonês nos principais canais daqui do blog. Nessa altura eu já tinha o plano desse especial em mente, e já estava fazendo minha releitura de A Sombra do Vento, mas a consternação provocada por esse episódio só reforçou em mim o desejo de fazê-lo. Nunca estive em Barcelona, mas Zafón nos aproximou bastante, porque sua obra é capaz de realizar tais coisas.

Como disse antes, o objetivo é ler e resenhar toda obra do autor publicada no Brasil e que consiste em duas séries e um livro independente, totalizando oito obras. Incluído a isso tentarei o desafio pessoal de ler e resenhar o relato Rosa de Fuego, ainda sem tradução para a língua portuguesa. Assim o nosso itinerário seria o seguinte:

Cemitério dos livros esquecidos

1.       A Sombra do Vento (2001)
2.       O Jogo do Anjo (2008)
3.       O Prisioneiro do Céu (2011)
4.       O Labirinto dos Espíritos (2016)

Trilogia da Névoa

5.       O Príncipe da Névoa (1993)
6.       O Palácio da Meia-Noite (1994)
7.       As luzes de Setembro (1995)

8.       Marina (1999)
9.       Rosa de fuego: un relato (2012)

Bem espero que todos gostem desse novo projeto do Conhecer Tudo. Nessa semana, as primeiras postagens serão publicadas junto com a resenha de releitura do primeiro livro do itinerário: A Sombra do Vento. No quadro abaixo vocês podem conferir o andamento do projeto, os livros resenhados e as postagens especiais relacionadas.

Se você está lendo Zafón ou já leu seus livros venha, comente nas postagens do projeto e divida suas impressões de leitura. Para os que não conhecem ou nunca leram, embarque conosco nessa aventura e venha descobrir Zafón.

Fichas técnicas dos livros (clique na capa)

                      



Livros já resenhados

Postagens Especiais

Status de leitura: 11% concluído





[1] Tradução livre: “Meu gosto pelos dragões vem de muito tempo. Barcelona é uma cidade de dragões, que decoram ou guardam muitas das suas fachadas, e tenho medo de ser uma delas. [...] Além de nascer no ano, é claro, do dragão, meus vínculos com essas bestas verdes que respiram fogo são numerosos. Nós somos criaturas noturnas, apaixonadas pela escuridão, não particularmente amigáveis, pouco amigas de fidalgos e cavaleiros andantes e difíceis de conhecer”.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...