sábado, 25 de fevereiro de 2017

[Lista] 9 livros para ler no Carnaval

Por Eric Silva



O carnaval está ai e muitas cidades como Salvador, Recife e o Rio de Janeiro já estão fervilhando de foliões numa explosão de cores e sons. Mas se o carnaval é para muitas pessoas um período de folia, para outras como eu é um daqueles momentos imperdíveis para pôr as leituras em dia ou começar um bom livro. Pensando nisso, selecionei para vocês 9 indicações de bons livros, de gêneros e autores diferentes e que espero agradar aos leitores dos mais diversos gostos. Confiram.

[Humor Erótico]
A Mulher que Escreveu a Bíblia – Moacyr Scilar

Boa pedida para quem está afim de dar boas gargalhadas, A Mulher que Escreveu a Bíblia, do brasileiro Moacyr Scilar, conta as memórias de uma mulher que, ao fazer terapia de regressão a vidas passadas, recorda-se de quando foi uma das 700 esposas do rei Salomão, a mais feia do harém, mas que também foi a primeira redatora do livro mais lido do planeta: a bíblia.

O livro é bastante cômico apesar de polêmico, com uma narradora inteligente, divertida e desabusada e, nas entre linhas, traça críticas indiretas ao culto à beleza e ao machismo da sociedade da época. Esse é também o quarto livro da campanha do #AnoDoBrasil.




[Histórico]
A Catedral do Mar – Ildefonso Falcones

A melhor obra de ficção resenhada no blog em 2016 e também parte integrante da campanha do #AnoDaEspanha, A Catedral do Mar é o livro de estreia do escritor barcelonês Ildefonso Falcones.
Épica e intensa, a trama deste livro é ambientada na próspera cidade de Barcelona do século XIV e conta, paralelamente, a história da construção da Catedral de Santa Maria del Mar e a intensa e conturbada trajetória de vida de um dos seus mais devotados filhos, Arnau Estanyol.

Arnau era filho de um camponês que, em busca de liberdade, foge do seu senhor feudal e se refugia com o filho na cidade de Barcelona na esperança de tornar-se um cidadão livre. Crescendo pelas ruas da cidade condal e acompanhando o trabalho de construção da igreja de Santa Maria, Arnau conhece a tirania dos nobres, a revolta, a pobreza e a fome. Buscando sobreviver às injustiças de sua época, o menino vive uma vida fatigante, mas repleta de aventuras e desventuras que lhe conduziriam a um destino surpreendente e epopeico.

Este é um livro ideal para quem gosta de uma boa história medieval, épica sem deixar de ser realista, bem escrito e com personagens marcantes. Quem gosta de história medieval lê e não consegue parar mergulhando profundamente no universo da época. Não é à toa que o autor tenha virado um fenômeno editorial na Espanha depois da publicação desse livro.


[Ficção Científica]
Lágrimas na Chuva – Rosa Montero

Futurista, distópico, policial e também ficção científica Lágrimas na Chuva é um livro completo e incrível escrito pela espanhola Rosa Montero.

Interessante e ambientado em um universo primorosamente construído pela sua autora, Lágrimas na Chuva se passa no ano de 2109, quando a Terra já é bastante diferente do que conhecemos e bem mais segregada. Os seres humanos dividem o planeta com criaturas alienígenas e androides orgânicos criados em laboratório, os replicantes. Neste mundo futurista a detetive particular e replicante Bruna Husky se vê implicada em um caso que ameaça a frágil paz entre humanos e androides quando um surto de assassinatos cometidos por replicantes deixa tensa a cidade de Madri dos Estados Unidos da Terra. Ao mesmo tempo, arquivos da história mundial estão sendo reescritos para incitar o ódio aos replicantes e um agressivo partido supremacista humano desponta no caótico cenário político. Contratada pelo Movimento Radical Replicante para descobrir o que está por trás dos assassinatos, Bruna embarca em uma investigação que pode virar de ponta cabeça a sua vida e decidir o destino da paz entre as espécies.

Lágrimas na Chuva é uma boa sugestão tanto para os fãs do gênero policial quanto para os amantes de ficção científica e distopia, porque nele você encontrará um pouco dos três. Esse livro também foi parte integrante da nossa campanha do #AnoDaEspanha no ano passado e ficou entre as cinco melhores obras de ficção da nossa retrospectiva de 2016.


[Fantasia Infantojuvenil]
Anna e a Trilha Secreta – Ana Lúcia Merege

Sugiro para o gênero infantojuvenil o delicado e profundo, Anna e a Trilha Secreta, livro da escritora brasileira Ana Lúcia Merege que fala sobre a infância de Anna entre os elfos da tribo da Floresta dos Teixos.

Personagem principal da série Athelgard, Anna quando criança vivia o dilema de ser uma criança humana numa tribo élfica onde todos eram tão diferentes dela. Como nem a avó, Kyara, nem o primo xamã, Zendak, ou sua mestra, Maryan, respondem às dúvidas que inquietam seu coração, Anna acaba se envolvendo em uma grande aventura arquitetada pelos seres da floresta e guardiões de seu povo através de uma trilha secreta da floresta e que mudará toda a sua vida.

Bastante delicado e trazendo uma bela mensagem de aceitação, autoconhecimento, identidade e autoestima, esse é também um livro essencial para os fãs da série e uma chance de conhecer mais profundamente a trajetória da protagonista Anna.




[Drama e Mistério]
A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón

Livro que inspirou nossa campanha do #AnoDaEspanha em 2016, A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón é o primeiro volume da série O Cemitério dos Livros Esquecidos. O best-seller espanhol é uma das mais belas histórias resenhadas aqui no blog e narra as aventuras de Daniel Sempere, um jovem barcelonês, filho de um livreiro da rua Santa Ana e que vivia em uma Barcelona dominada pela repressão do governo franquista.

Em uma noite, quando ainda era menino, Daniel acorda desesperado ao constatar que não lembrava mais do rosto da mãe falecida. Para consolá-lo, o pai leva o menino para uma biblioteca secreta onde eram guardados milhares de livros a salvo da ditadura. Ali o menino conhece A Sombra do Vento o livro de um autor pouco conhecido chamado Julián Carax. Obcecado pela história do passado nebuloso do escritor do livro, Daniel segue em busca de desvendar a história de Carax, que há alguns anos desaparecera sem deixar rastros e estava tendo todos os seus livros sistematicamente destruídos por um misterioso incendiário.

Apaixonante e de qualidade ímpar, A Sombra do Vento está entre meus livros prediletos e é ideal para quem gosta de mistério e perseguição, personagens de passado obscuro e lugares incríveis. Além de drama e mistério, o livro ainda pode ser considerado histórico e nele você encontrará algumas pegadas de romance.

[Drama Romântico Jovem]
Beleza Perdida – Amy Harmon – Resenha

Um livro bastante tocante, Beleza Perdida da autora americana Amy Harmon conta a história de amor e superação de três jovens: Ambrose Young, Fern Taylor e seu primo Bailey.

Ambrose Young era considerado um dos garotos mais atraentes da escola e um dos principais atletas do time de luta livre, por isso muitas garotas estavam interessadas nele e entre elas estava Fern Taylor. Contudo, a garota se considerava feia demais para um dia ser notada pelo rapaz e se isso não bastasse sua melhor amiga também gostava dele. Tudo muda depois que Ambrose decide ir para a Guerra do Iraque e volta de lá transformado.

Um livro sobre superação, amizade e amor, Beleza Perdida conquistou minha admiração por um de seus personagens mais cativantes: o irreverente Bailey, portador de distrofia muscular de Duchenne, filho do treinador de Ambrose e mascote do time de luta livre. Por isso é uma boa pedida para os fãs de drama romântico e de romance jovem.



[Fantasia Gótica]
Lugar Nenhum – Neil Gaiman

Primeiro livro que li do aclamado autor britânico, em Lugar Nenhum Gaiman idealiza a fantástica e misteriosa Londres-de-baixo, uma cidade subterrânea que fervilha de vida no interior da rede de esgotos e tuneis de metrô abandonados, como um universo paralelo abaixo da capital inglesa. Uma outra Londres que abriga criaturas estranhas que se esgueiram na escuridão lamacenta ou na névoa mais densa, e que também é o lar e domínio de pessoas que apesar de maltrapilhas e cobertas de sujeiras carregam consigo a mesma altivez que outrora tiveram os nobres ingleses do século XVII.

Em uma aventura surreal pelos recantos obscuros desta cidade cheia de perigos, a vida enfadonha e acomodada de Richard é radicalmente transformada quando por acidente encontra Door, uma garota da Londres-de-baixo que está fugindo de dois implacáveis assassinos de aluguel que eliminou toda a sua família.

Se você gosta de universos singulares e criativos ou do gênero fantasia com uma pegada gótica ou com um caráter urbano e atual, talvez este livro seja uma boa opção.


[Vampirismo]
O Andarilho das Sombras – Eduardo Kasse

Um livro sobre fé e corrupção na Europa medieval, O Andarilho das Sombras, obra do escritor brasileiro Eduardo Kasse, é o primeiro da série Tempos de Sangue, e narra os primeiros passos da instigante história de Harold Stonecross e de como este se tornou um vampiro.

Filho de um importante senhor, Harold fugiu de casa ainda menino para viver uma aventura pelas estradas perigosas e cidades imundas da Europa medieval. Ao longo de sua jornada o menino cruza com várias pessoas que seriam decisivas para seu crescimento como pessoa o tornando valoroso e sensato, mas que seriam igualmente passageiras em sua vida. Contudo, chegaria o momento funesto em que Harold deixaria de caminhar como homem para se tornar a criatura amaldiçoada, sedenta por sangue e destruição, igualmente errante, e que levaria a morte e o sofrimento a todo lugar por onde passasse.

Em um livro primoroso e magnético, Kasse narra simultaneamente o presente e o passado de um personagem cativante, sarcástico e inteligente numa Europa cingida pela hipocrisia religiosa e pela peste. O livro é ideal para os fãs de história medieval e do vampirismo clássico.


[Policial Clássico]
Um Gato entre os Pombos – Agatha Christie

Segundo livro que li da minha amada Agatha Christie, Um Gato entre os Pombos é mais uma aventura de um dos detetives mais conhecidos da história do gênero policial: Hercules Poirot. Nessa narrativa difícil de resenhar sem dar spoilers, vamos do longínquo Oriente Médio a um respeitado colégio inglês para moças no rastro de uma série de assassínios misteriosos e acontecimentos que se interligam de forma inusitada.

Como é de se esperar de um livro escrito por Agatha Christie, esta é uma daquelas histórias em que algo parece óbvio, mas que serve apenas de fachada para mais um caso obscuro e labiríntico, com um assassino, no mínimo, inesperado. Um livro perfeito para quem gosta do gênero policial investigativo clássico, isto é, menos sangue e mais gênio e complexidade.



É isso aí, pessoal. Espero que tenham gostado da lista. Obrigado pela visita e que vocês tenham um ótimo carnaval, porque o meu será regado a café e na companhia de Lya Luft, Brian Herbert e Kevin J. Anderson. Deixem seus comentários e deem sugestões de novas listas. Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...